Ir para conteúdo

Novo Renault Kadjar chega à Europa, mas está fora dos planos para o Brasil

Renault-Kadjar-2019-800-03

(ATUALIZADO ÀS 16H25) A Renault divulgou hoje as imagens do reestilizado SUV médio Kadjar, projeto que chegou a ser avaliado para o Brasil a partir de 2019, mas não foi aprovado, infelizmente. O primeiro Kadjar foi lançado em 2015 no Salão de Genebra, e vendido a partir de 2016 na Europa e China. Na Europa, ele é produzido na Espanha e derivado da moderna e cara plataforma do Nissan Qashqai.

Renault-Kadjar-2019-800-06.jpg

O consolo para os brasileiros é que nossas fontes confirmaram a produção no Paraná do Renault Arkana, SUV-cupê apresentado em agosto no Salão de Moscou. O modelo será exibido no Salão do Automóvel de 2020, com início de vendas em 2021. O que está confirmado para o ano que vem é a resstilização do SUV compacto Duster, nos mesmos padrões do modelo europeu.

Voltando ao Kadjar, suas novas linhas são mais elegantes, fluidas e refinadas. Uma assinatura de luz totalmente nova na frente fortalece o visual,  integrando indicadores LED nas luzes diurnas. As luzes de neblina também ganham LEDs e agora são retangulares. A grade ficou mais ampla e com novos elementos cromados.Na traseira, os indicadores também ganham LEDs, assim como as luzes de ré e os faróis de neblina, que agora estão mais finos e embutidos no pára-choque. Os para-choque tem uma área maior de pintura colorida na cor da carroceria. Dependendo do nível de acabamento, o para-choque traseiro apresenta toques cromados. As versões topo de gama ganham uma antena no teto em formato de barbatana de tubarão. As novas rodas podem ser de 17 ou 19 polegadas.

Renault-Kadjar-2019-800-05

A parte central do painel tem uma nova tela touch multimídia de 7 polegadas, com controles em ambos os lados. O novo painel de controle para o ar-condicionado automático tem um design mais moderno e ergonômico. Os painéis das portas estão equipados com novos comandos para vidros elétricos e espelhos retrovisores.

Os assentos redesenhados agora apresentam ajuste de comprimento. Eles também incluem espuma de dupla densidade para aumentar o conforto e evitar a fadiga em viagens longas, e reforços laterais mais firmes. Os motores europeus são 1.3 turbo (parceria com a Mercedes) e 1.5 diesel. Ambos foram revisados para melhorar o desempenho e economia. A tração pode ser dianteira ou 4×4.

Renault-Kadjar-2019-1024-0e

Categorias

Radar

Tags

, , ,

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Um comentário em “Novo Renault Kadjar chega à Europa, mas está fora dos planos para o Brasil Deixe um comentário

  1. Por enquanto, relativamente A TUDO QUE A RENAULT ANUNCIA, ESTOU PAGANDO PARA VER!!! Mégane RS e Koleos foram “lançados” TRÊS VEZES por aqui, mas quando chegava a hora de efetivamente chegar ao mercado, arrumavam uma desculpa para postergar o “lançamento”. A Renault/Nissan tem uma política de não-importação que só é tão ruim quanto o “jeito Dacia de ser” da marca, não tendo DE FATO, um único modelo de lavra realmente Renault, a exceção do furgão Master.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: