Ir para conteúdo

Toyota e Uber se unem para desenvolver carros autônomos

uber

Mais um casamento no complexo (e custoso) desenvolvimento de carros autônomos acaba de ser oficializado. De acordo com a agência Reuters, a japonesa Toyota investirá US$ 500 milhões na norte-americana Uber para trabalhar em conjunto no desenvolvimento de carros autônomos. O acordo foi noticiado ontem (27/9) pelo Wall Street Journal.

SAIBA MAIS: A longa marcha da automação veicular completa 80 anos

A Toyota, uma das maiores montadoras do mundo, e a Uber Technologies, principal aplicativo global de corridas, estão relativamente atrasadas em relação á concorrência na busca pela automação veicular. A nova parceria aprofunda um relacionamento existente e reflete a estratégia do CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, de desenvolver veículos autônomos por meio de parcerias, e não por conta própria.

Lexus_Guardian

Ainda segundo a Reuters, o acordo também dá nova vida ao negócio de automação da Uber. Desde que um SUV autônomo da marca Volvo matou um pedestre em Tempe, Arizona, em março, a Uber tirou seus carros-robô da estrada, demitiu centenas de motoristas de testes e enxugou suas no centro de testes autônomo do Arizona.

SAIBA MAIS: Testes com caminhões sem motorista estão avançados

O investimento valoriza a Uber em US$ 72 bilhões, igualando a avaliação que a Uber recebeu neste ano em um acordo com a Waymo, unidade autônoma da Alphabet (dona do Google). A Uber combinará seu sistema de direção autônoma com a tecnologia Guardian da Toyota, que oferece recursos de segurança automatizados, como manutenção de faixa, mas não permite que um veículo conduza de forma totalmente autônoma.

Toyota_Sienna

A tecnologia combinada será incorporada às minivans Toyota Sienna (foto acima), que serão implantadas na rede Uber a partir de 2021. O objetivo das empresas é resolver o problema extremamente desafiador de como produzir em massa carros autônomos para frotas compartilhadas, incluindo serviços de passeio.

 

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: