Ir para conteúdo

VW vai investir US$ 4 bilhões em conexão e compartilhamento

VWcarshare_PR

A Volkswagen anunciou que vai investir US$ 4 bilhões até 2025 para construir negócios e produtos digitais, incluindo uma plataforma baseada em computação em nuvem para conectar veículos e clientes, além de oferecer um serviços inédito de compartilhamento de carros. De acordo com a agência Reuters, a empresa alemã está trabalhando em um novo sistema operacional de software, conhecido como “vw.OS”, que será introduzido nos carros elétricos da marca a partir de 2020.

SAIBA MAIS: Tecnologia já permite atualizações e recalls à distância no seu carro

Esses novos veículos terão uma arquitetura eletrônica completamente nova, projetada para ajudar a facilitar as funções de direção autônoma, disse a VW em um comunicado. Em vez de ter cerca de 70 sensores e controladores diferentes operando independentemente dentro de cada veículo, os novos carros vão conectar os vários sensores usando o novo sistema operacional de software. Dessa forma, as informações coletadas por um sensor de estacionamento poderiam estar ligadas à direção, aos freios e aos mapas de alta definição, para permitir que um carro estacione quando uma câmera a bordo detectar um espaço de estacionamento gratuito.

vw-id-concept-2016

A VW informou que é mais fácil fazer atualizações de software para carros se o sistema operacional for projetado internamente, em vez de depender de software fornecido pelos diferentes fornecedores de sensores. A montadora também anunciou que lançará um serviço de compartilhamento de carros, chamado “We Share”, em Berlim, usando uma frota de 2.000 carros elétricos no segundo trimestre de 2019, competindo com as ofertas DriveNow, da Mercedes-Benz, e Car2Go, da BMW.

SAIBA MAIS: ABB lança carregador doméstico para veículos elétricos

Segundo a Reuters, o serviço We Share será expandido para os principais mercados europeus, bem como cidades selecionadas nos Estados Unidos e no Canadá. “Seremos uma empresa de dispositivos e software”, disse Michael Jost, chefe de estratégia da marca VW, em entrevista coletiva. “Para lidar com esse desenvolvimento, precisamos reinventar o automóvel”.

ib_buzz

O banner “We” será usado para um pacote de aplicativos móveis que os clientes da VW podem acessar com um único login e que estará disponível tanto para carros convencionais quanto para os novos carros elétricos da empresa. Os serviços incluirão pagamento eletrônico para estacionamento, entrega de pacotes no carro, rastreamento do preço do combustível e ofertas localizadas dos varejistas.

SAIBA MAIS: BMW supera marca de 70 mil elétricos vendidos em 2018

O projeto tem como meta gerar 1 bilhão de euros em receita anual até 2025. O chefe de vendas da VW, Juergen Stackmann, disse que a We Share fará uma grande parceria com a ID, sub-marca de modelos elétricos da VW.

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: