Ir para conteúdo

Jaguar Land Rover entrega frota de táxis elétricos e amplia oficinas de clássicos

Jaguar Land Rover_2018

O novo mantra de muitas montadoras é se apresentar como “empresas de serviços de mobilidade”, não mais como meras fabricantes de veículos. Enquanto algumas ainda ensaiam essa virada no modelo de negócios, outras já nadam de braçada. Um exemplo é a inglesa Jaguar Land Rover, que deu uma guinada impressionante desde que foi comprada pela indiana Tata, há dez anos. Dois anúncios feitos esta semana pela empresa dão a medida de quão ampla tem de ser a atuação nesses tais “serviços de mobilidade”.

O mais recente foi a entrega de 10 veículos Jaguar I-Pace (primeiro SUV totalmente elétrico) ao Centro de Táxi de Munique. O modelo oferecerá aos clientes de táxi na cidade alemã um novo modo de transporte sustentável: silencioso, cômodo e com zero emissões. Inicialmente, esses táxis serão conduzidos por motoristas especialmente treinados para direção elétrica.

Jaguar Land Rover_2018

Usado em turnos de 24 horas, os I-Pace serão carregados em cinco estações no depósito do Munique Táxi Center. A bateria de íons de lítio de 90kWh – para a qual a Jaguar oferece uma garantia de 8 anos – permite um alcance de 470 km (no ciclo WLTP). Em uma estação de carga rápida de 100 kW CC, a bateria leva 40 minutos para receber uma carga de 80%.

Um olho no futuro, outro no passado

Pouco antes deste anúncio, a montadora havia comunicado a inauguração de seu primeiro Jaguar Land Rover Classic nos Estados Unidos, para 2019. Trata-se de um centro de serviços especializados, peças genuínas e experiências para os entusiastas clássicos da Jaguar e da Land Rover. Ele só atende veículos que estejam fora de produção há mais de 10 anos.

140617classicworkslaunch727-resize-1024x682

O primeiro Jaguar Land Rover Classic foi criado na Inglaterra, no ano passado. Neste ano foi inaugurado outro centro na Alemanha. O centro norte-americano será sediado em Savannah, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos da América. Com inauguração prevista para julho de 2019, a instalação dará acesso a uma variedade de carros clássicos autênticos, serviços, peças e experiências de ambas as marcas britânicas.

A nova instalação, com cerca de sete mil metros quadrados, será a primeira do tipo fora da Europa e contará com mais de 75 profissionais. Uma moderna oficina com 42 compartimentos será capaz de fornecer uma vasta gama de serviços para veículos clássicos Jaguar e Land Rover, desde a verificação de integridade do veículo até restaurações completas. Haverá ainda um showroom com modelos clássicos das duas marcas.

jaguarclassicat2017octaneawards03-resize-1024x682 (1)

Sem deixar de lado seu legado, a Jaguar Land Rover leva a sério as novas tendências da mobilidade. Ela já anunciou que só lançará produtos híbridos ou elétricos a partir de 2020. E ainda trabalha no Projeto Cortex, que desenvolve tecnologia de condução sem motorista em condições de terreno das mais adversas, numa parceria com a Universidade de Birmingham, líder em pesquisas sobre radar e sensores, e também a empresa Myrtle AI, especializada em inteligência artificial. Sim, estamos falando de veículos off-road totalmente autônomos.

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: