Ir para conteúdo

VW T-Cross estará mais para HR-V ou mais para EcoSport?

Por GLAUCO LUCENA

tcross3

A Volkswagen sabe que está chegando atrasada ao segmento de SUVs compactos. Quatro anos em relação à nova onda de SUVs compactos, ou 16 anos se levarmos em conta o pioneiro Ford EcoSport. Pois é, faltou aos estrategistas da VW na década passada a percepção de que essa onda seria irreversível, e faltou agilidade a gestões mais recentes do grupo, mas a lição de casa finalmente foi feita. O VW T-Cross será mostrado no Salão do Automóvel em novembro e lançado no ano que vem com grande expectativa de chacoalhar o segmento, dado o sucesso instantâneo de seus irmão de plataforma, o Polo e o Virtus.

Pelo que se conhece até agora do carro, ele terá potencial para desafiar os quatro líderes do segmento: Honda HR-V, Jeep Renegade, Hyundai Creta, Nissan Kicks. Mas a VW terá de tomar algumas precauções para que seu novo modelo não fique no patamar de baixo de vendas da categoria, ao lado de EcoSport, Chevrolet Tracker e Renault Captur, entre outros.

tcross2

Dois pontos serão cruciais. A política de preços é uma, já que a VW não é uma marca aspiracional como a Jeep, nem tem a ótima fama de pós-vendas das marcas orientais.  O outro é como trabalhar uma rede especializada em carros de entrada, que sofre para vender modelos acima de R$ 80 mil. O foco da rede é fundamental, e para isso o vendedor precisa sentir que o modelo lhe trará constantes comissões. Numa rede maior isso é mais difícil, como mostra essa conta abaixo, com a média mensal de vendas de cada SUV compacto pelo tamanho da rede. Veja quanto se vende de cada um por loja (na média) em um mês:

1 – Nissan Kicks: 23

2 – Jeep Renegade: 19

3 – Honda HR-V: 17,6

4 – Hyundai Creta – 11,3

5 – Ford EcoSport – 7,3

6 – Peugeot 2008 – 6,5

7 – Renault Captur – 5,2

8 – Renault Duster – 4,7

9 – Chevrolet Tracker – 3,7

A rede VW hoje tem 540 pontos. Para vender 10 por loja ao mês, teria de vender 5.400 T-Cross, o que lhe colocaria como líder do segmento. Para vender o mesmo volume/loja das líderes do segmento, teria de emplacar 10 mil/mês, o que a colocaria no Top2 do mercado nacional, atrás apenas do Onix. Os quatro líderes dos SUVs são de marcas que têm menos de 300 concessionárias. Ford, Chevrolet e Renault, redes maiores, têm sofrido para fazer volume nessa categoria.

PARA CONFERIRA ANÁLISE COMPLETA DAS POSSIBILIDADES DO VW T-CROSS NO BRASIL, CLIQUE AQUI E LEIA O POST DA SEMANA EM IG CARROS

tcross1

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: