Ir para conteúdo

Como anda o Toyota Mirai movido a hidrogênio

Toyota_Mirai_2
Na semana passada, o governo federal finalmente oficializou a redução do IPI sobre carros híbridos e elétricos, a um nível tributário bem próximo ao dos carros 1.0, que recolhem 7%. A medida entra em vigor em novembro, dentro do programa Rota 2030. Em clima de comemoração a essa tão bem-vinda notícia, o jornalista a apresentador Ricardo Sant’Anna mostra nesta semana, em seu canal Fuelture, uma exclusiva avaliação pelas ruas de São Francisco (EUA) do Toyota Mirai, um carro com motor elétrico alimentado por células (pilhas) de hidrogênio.
IMG-20180710-WA0004
Com funcionamento parecido ao de um carro elétrico, ele tem a vantagem de ser abastecido em apenas 5 minutos em postos que tenham bomba de hidrogênio (substância não poluente e abundante na natureza). Não faz barulho e só emite vapor de água. Mas como será que ele se comporta? Como é a dirigibilidade e como funciona esse abastecimento? Basta clicar no vídeo abaixo e descobrir tudo sobre esse modelo vendido, por enquanto, apenas nos EUA, Japão e alguns países da Europa. Mas que no Brasil, com o novo incentivo, pode entrar na mira da Toyota, adaptado para pilhas alimentadas por etanol.

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: