Ir para conteúdo

Balanço do semestre mostra força dos SUVs e compactos premium

Por GLAUCO LUCENA

PoloAutomotivoJeep_04

Mesmo com greve dos caminhoneiros e Copa do Mundo, o mercado automotivo brasileiro caminha para o segundo ano de recuperação. Passados os primeiros seis meses, já são 1.127.217 veículos emplacados no Brasil, entre automóveis e comerciais leves. Na comparação com o mesmo período de 2017, o positivo balanço do semestre aponta crescimento de consideráveis 13,7%. Não fosse o clima de incerteza com as eleições de outubro e a indefinição do Rota 2030, que deveria ter entrado em vigor em janeiro, teríamos no país uma onda muito maior de investimentos por parte da indústria automobilística.

Muitos planos continuam na geladeira, mas o Salão do Automóvel, em novembro, será um termômetro do que as marcas estão preparando para os próximos anos. Enquanto ele não chega, o balanço do semestre consegue nos mostrar algumas tendências para o fechamento do ano. SUVs continuam em alta, liderados pelo Jeep Compass, mas a grande novidade do ano é o sucesso dos compactos premium, com destaque para o VW Polo. Também chama a atenção o poder de vendas do líder Chevrolet Onix.

onix

Entre as picapes, nenhuma novidade. A Fiat Strada continua na frente (32.505), e aumentou a vantagem em relação à VW Saveiro (22.189). Já a Chevrolet Montana (5.205) perde mercado a cada ano, e tende a ser extinta. A Renault Oroch (6.459) se estabilizou num patamar decepcionante para suas pretensões. O grande fenômeno do segmento é a Fiat Toro (26.062), que ganha vendas a cada ano, mesmo com quase três anos de estrada.

Já o segmento médio está pouco agitado, mas não por muito tempo. Toyota Hilux mantém a liderança (15.486), seguida cada vez mais de perto pela Chevrolet S10 (15.486). No bloco bem abaixo estão três modelos em alta: Ford Ranger (8.532), VW Amarok (7.959) e Mitsubishi L200 (5.275). Felizmente, este será um dos segmentos com mais novidades na virada do ano, com a chegada de versões mais baratas da Nissan Frontier, agora feita na Argentina, e de suas inéditas irmãs de plataforma, Renault Alaskan e Mercedes Classe X. Já a FCA promete para o ano que vem a chegada da Ram 1500, vinda do México.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR COMO ESTÁ A SITUAÇÃO NOS SEGMENTOS DE SUVS, HATCHES, SEDÃS E FAMILARES

VENDAS DE AUTOMÓVEIS – PRIMEIRO SEMESTRE 2018
1 – ONIX 89.620
2 – HB20 HATCH 50.419
3 – KA HATCH 48.262
4 – POLO 34.138
5 – GOL 35.512
6 – PRISMA 32.015
7 – KWID 29.678
8 – COROLLA 28.554
9 – COMPASS 28.194
10 – ARGO 27.983
11 – SANDERO 25.093
12 – MOBI 25.997
13 – HR-V 23.149
14 – KICKS 21.837
15 – RENEGADE 21.430
16 – CRETA 20.152
17 – ETIOS HATCH 19.509
18 – FOX/CROSS FOX 18.727
19 – KA SEDAN 16.937
20 – VIRTUS 16.937
Fonte: Fenabrave

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: