Ir para conteúdo

Onda de alianças revela momento desafiador para as montadoras

Por GLAUCO LUCENA

logos

Na semana passada, Volkswagen e Ford formalizaram uma parceria global para desenvolver veículos comerciais e, quem sabe, algumas coisinhas mais. Um dia depois foi a vez de Audi e Hyundai anunciarem que vão unir esforços no desenvolvimento de tecnologias de eletrificação à base de hidrogênio, no momento em que o CEO global da Audi era preso na Alemanha, nas investigações do dieselgate (fraude que omitia o real nível de emissões dos motores diesel do Grupo VW). Já a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi confirmou que as sinergias globais vão aumentar nos próximos anos, o que pode desembocar numa fusão completa das empresas.

alianca

Essa onda de parcerias e fusões expõe os esforços das montadoras em se adequar às novas demandas da era digital. Mas também revela que está faltando capital para desafios tão grandiosos. Está claro que, sozinhas, elas não vão a lugar algum. O caso mais emblemático é o da parceria entre VW e Ford. O grupo alemão é o que mais vende veículos no mundo, mas sente no bolso as multas milionárias do escândalo dieselgate. Já a norte-americana Ford tem dificuldades de se manter competitiva em todas as áreas onde é demandada. Prova disso é o recente anúncio de que praticamente abandonará o segmento de carros de passeio em seu berço, os EUA, para focar em picapes e SUVs.

Falando em parcerias, como fica a FCA (Fiat Chrysler Automobiles), tão cortejada por chineses no ano passado? No início do ano, o chefão Sergio Marchionne disse que não falaria mais em fusões antes de demonstrar os resultados sólidos do plano estratégico do grupo. Os bons resultados dos últimos cinco anos, sobretudo da Jeep, foram apresentados aos acionistas em 1º de junho. Agora, com o passe valorizado, talvez seja a hora de repensar em novos acordos .

autolatina

O momento da indústria, portanto, é de união faz a força. Ou, melhor, a união é a única salvação num momento em que as montadoras têm de investir em eletrificação, automação, conectividade e compartilhamento, sem largar a mão das disputas atuais no mercado global. E vendo cada vez mais de perto o surgimento de novos jogadores no tabuleiro, como Tesla, Geely, Uber e tantas outras empresas da era digital. O jogo promete!

CONFIRA A ÍNTEGRA DO BLOG AUTOBUZZ DA SEMANA EM IG CARROS

 

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Um comentário em “Onda de alianças revela momento desafiador para as montadoras Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: