Ir para conteúdo

Lifan X80 é primeiro chinês a romper barreira dos R$ 100 mil

Por GLAUCO LUCENA

MUN_5235

Até hoje, modelos chineses disputavam segmentos de entrada ou intermediários do mercado brasileiro. A maior ousadia era a van JAC T8, tabelada em R$ 99.990. Mas a Lifan decidiu apostar num segmento premium, mais especificamente no de SUVS grandes, com sete lugares. Por R$ 129.777, o grandalhão X80 chega no fim deste mês às 45 lojas da Lifan no país. “Confiamos na qualidade do produto e vamos encarar esse desafio de quebrar paradigmas”, disse no lançamento o presidente da Lifan do Brasil, Johnny Fang.

Como a pouco conhecida marca sabe que status pesa nesse segmento, a opção foi apelar para uma conhecida receita chinesa de caprichar na relação custo-benefício: muitos equipamentos de série e preço inferior ao dos concorrentes. O preço da versão única VIP inclui o frete e a pintura (branca, preta ou vermelha). A garantia é de três anos, ou seja, não repete a estratégia de outras marcas chinesas, que oferecem cinco anos.

MUN_4276

Não há SUVs de sete lugares por menos de R$ 150 mil. O mais próximo do X80 é o Mitsubishi Outlander, de R$ 163 mil, não tão equipado. A maioria está na faixa de R$ 175 mil. Para o diretor comercial Jair Leite, a ideia é atrair clientes que precisam de um SUV desse porte e com sete lugares, mas que não querem gastar quase R$ 200 mil. Ou até tirar clientes do líder de mercado Jeep Compass, que ainda não oferece opção de sete lugares (uma versão assim será produzida em Pernambuco, mas apenas na virada da década).

Mesmo assim, a marca não espera vender mais de 120 unidades por mês. O Lifan X80 vem do Uruguai, onde é montado com peças importadas da China. Assim, a empresa evita recolher os 35% dos Imposto de Importação. A jovem marca fundada em 1992 é uma rara fabricante chinesa com capital 100% privado. Ela, por sinal, aposta muito no país, tanto que atua diretamente em nosso mercado, sem representante. E escolheu o Brasil como o primeiro mercado fora da China a contar com o X80. O modelo esteve no Salão do Automóvel de São Paulo, há quase dois anos, como conceito.

MUN_3004

O grandalhão chinês tem desenho que chama a atenção e muitos itens de série. O motor chinês é um 2.0 turbo com injeção de direta, a gasolina, que rende 184 cv de potência e 28,6 kgfm de torque. O câmbio australiano é automático de seis marchas, com modo esportivo e opção de trocas manuais apenas na alavanca. Tração, só na dianteira.

Fora isso, ele vem com teto solar, seis airbags, central multimídia com espelhamento para celulares, bancos elétricos até para o passageiro da frente, ar-condicionado com regulagem para os bancos traseiros, piso plano para os cinco bancos traseiros rebatíveis, direção elétrica, freio de estacionamento eletrônico, rodas aro 19 (inclusive estepe), sensores dianteiros e traseiros de ré, câmera de ré, auxílio eletrônico de tração e estabilidade, entre outros itens de série.

MUN_4519

Se resolver algumas questões de acabamento e vencer preconceitos e desconfianças no mercado premium, o Lifan X80 tem potencial para atingir suas metas de vendas. Um desafio tão grande quanto o porte do modelo.

CONFIRA AVALIAÇÃO DO X80 FEITA POR AUTOBUZZ PARA A REVISTA AUTOESPORTE

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Um comentário em “Lifan X80 é primeiro chinês a romper barreira dos R$ 100 mil Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: