Ir para conteúdo

Esqueça peruas e minivans. Hoje, carro de família é SUV e crossover

peugeot_5008
Com sete lugares e estilo aventureiro, Peugeot 5008 simboliza novo conceito de carro familiar

No mercado nacional, as peruas reinaram como modelos de uso familiar da metade do século 20 até o fim dos anos 90. Aos poucos, foram perdendo espaço para minivans, monovolumes e furgões. Mas o reinado dessas novidades mal durou uma década. Carro de família já não é mais perua ou minivan, segmentos que hoje, juntos, não chegam a 2% do mercado brasileiro. Aos poucos, os SUVs e crossovers foram ocupando este espaço, sobretudo os modelos com terceira fileira de bancos.

A maior prova de que as grandes famílias estão migrando para SUVs e crossovers é a quantidade de opções dessa categoria com sete lugares. Ontem mesmo a chinesa Lifan apresentou à imprensa o SUV X80, por R$ 129.777. Para quem quer algo mais requintado, a Peugeot lançou recentemente o crossover 5008, de R$ 157.490. SUVs médios como VW Tiguan e Mitsubishi Outlander também apostam na terceira fileira de bancos, mirando num dos poucos nichos que restava às tradicionais minivans. A fome de mercado dos modelos com apelo off-road parece não ter limites.

Lifan_X80
Novo chinês Lifan X80 é o mais acessível SUV familiar de sete lugares: R$ 129.777

Para as poucas famílias com muitos filhos há modelos de nicho muito interessantes, alguns com sete lugares. A terceira fileira de bancos é muito requisitada por essa turma, e até os usados com essa opção têm ótima liquidez no mercado de usados, já que os modelos 0km não costumam ter preços dos mais acessíveis. A fileira a mais fez com que o Dodge Journey vendesse muito mais que sua versão Fiat de cinco lugares, o Freemont, por exemplo.

No blog AutoBuzz desta semana, uma análise de como o estilo das famílias mudou absurdamente desde os anos 80, levando o conceito de carro familiar a trilhar novos caminhos. CLIQUE AQUI PARA ENTENDER ESSE FENÔMENO MODERNO!

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: