Ir para conteúdo

Exclusivo! Toyota Yaris básico terá motor 1.3 e câmbio manual ou CVT

AUTOBUZZ ACERTOU NA MOSCA (TEXTO ABAIXO)! CLIQUE AQUI PARA LER TODOS OS DETALHES SOBRE O YARIS

toyota-yaris-hatch.jpg

Por GLAUCO LUCENA

No início de junho a Toyota vai apresentar à imprensa brasileira o Yaris, modelo que já está em pré-produção na fábrica de Sorocaba (SP), e será posicionado entre o compacto Etios e o médio Corolla. Embora já apresente informações sobre o compacto premium em seu site oficial, a Toyota esconde as informações técnicas. Uma das surpresas bem guardadas é a motorização da versão básica, que muitos supunham ser 1.5, mas será o mesmo 1.3 Dual VVTi de 98 cv (etanol) ou 88 cv (gasolina) do Etios hatch, talvez com algum ganho de torque e potência.

A informação foi obtida junta a fontes do setor de revenda, que já participaram de treinamento da rede, graças a uma dica do blog Auto Pop, especializado em Toyota. Nessa versão, despojada de alguns equipamentos, o Yaris hatch terá câmbio manual de seis marchas e ainda o automático CVT (relações infinitamente variáveis) do Corolla. Vale lembrar que o Etios também tem versões automáticas, porém com uma antiga caixa de quatro marchas.

toyota-yaris-tras

Segundo as fontes, só o Yaris hatch terá essa opção de motor 1.3, por ser mais leve que a versão sedã, portanto não muito mais pesado que o Etios, que usa esse propulsor apenas em sua versão hatch. A Toyota apresentará de uma só vez o Yaris hatch e sedã, mas iniciará as vendas apenas do hatch, em julho, para dar maior fluência à fábrica e à distribuição do modelo à rede. O sedã deverá ser lançado nas lojas apenas na metade do segundo semestre.

O segundo motor do Yaris será o 1.5 VVTi de 107 cv do Etios. Não se sabe se a Toyota conseguirá arrancar um pouco mais de torque e potência desse propulsor para o Yaris, modelo um pouco maior e mais pesado que o Etios. Talvez venham aí mais algumas boas surpresas de ajuste mecânico. O sedã terá o 1.5, e talvez uma versão mais potente, com motor 1.6 ou 1.8 (não confirmado pelas fontes).

toyota-yaris

Os preços só serão definidos na semana do lançamento, mas os concessionários especulam algo na faixa entre R$ 65 mil e R$ 85 mil para o hatch. Mas AutoBuzz aposta em um preço mais próximo de R$ 60 mil para este Yaris 1.3 manual, valor para causar impacto de mercado e gerar manchetes positivas.

O Yaris mira principalmente no VW Polo, grande sucesso de vendas. Embora seu projeto não seja tão moderno quanto o do Volkswagen, a Toyota aposta em seu valor de marca para enfrentar o Polo. Afinal, a marca japonesa tem a melhor reputação em atendimento de vendas e pós-vendas, o que se reflete em ótima valorização na revenda.

toyota-yaris-seda

Já o sedã terá versões mais baratas para enfrentar o Fiat Cronos e outras mais equipadas para combater o VW Virtus. E ainda uma versão CVT para o público PCD (com limitações de mobilidade), que recentemente perdeu a opção do Corolla tecido, abaixo de R$ 70 mil.

Categorias

Radar

Tags

, , ,

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

7 comentários em “Exclusivo! Toyota Yaris básico terá motor 1.3 e câmbio manual ou CVT Deixe um comentário

  1. Tenho um etios platinum, e tive um etios 1.3. Sinto perceber que sua pintura e excessivamente frágil, saindo como se fosse uma casquinha ou uma mão de tinta.
    Com 1 ano e meio de uso e quatro mil km somente, já possui alguns pontos brancos de desgaste na tinta preta. Sou muito cuidadoso com meus carros e não tive poucos, e esse parece-me com a pintura muito fraca. Um simples “encostar” é o suficiente para danificar.
    De resto um bom carro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: