Ir para conteúdo

Estradas que carregam baterias de veículos elétricos são testadas na Suécia e na China

estrada_eletrica_suecia

A questão da autonomia das baterias de carros elétricos e híbridos ainda é um dos principais entraves desse tipo de propulsão. Mas soluções não param de ser criadas, como carregadores mais rápidos e baterias mais eficientes. Uma solução mais radical está sendo testada em dois países para eliminar de vez essa questão da baixa autonomia: estradas que carregam os veículos enquanto eles trafegam. A Suécia iniciou seus testes em abril, e deve liberar o uso em menos de um ano. Já a China está construindo a estrada considerada a mais inteligente do mundo, prevista para entrar em funcionamento em 2022.

De acordo com a agência Reuters, o projeto financiado pelo governo sueco, chamado eRoadArlanda, custa quase US$ 6 milhões. Um caminhão elétrico adaptado movimenta cargas do aeroporto de Estocolmo para o centro logístico próximo de Postnord para testar a tecnologia. Um trilho eletrificado embutido no asfalto da estrada de 2 km carrega o caminhão automaticamente conforme ele trafega. Um braço móvel preso ao caminhão detecta a localização do trilho na estrada. O carregamento é interrompido quando o veículo está sendo ultrapassado ou parado. Há dois anos, a Suécia já testa um formato mais parecido com carrinhos de bate-bate e trólebus, com carregamento por fiação elevada (foto abaixo). A nova solução por solo é muito mais sofisticada e segura.

scania-electric

O sistema também calcula o consumo de energia do veículo, o que permite que os custos de eletricidade sejam debitados por veículo e usuário. O CEO da Elways, Gunnar Asplund, disse à Reuters que esse sistema pode significar o fim das baterias grandes, a redução dos custos do carro elétrico e e a solução das limitações de autonomia. Ele garante que o custo do pequeno “braço” instalado na parte inferior do carro é bem inferior ao das grandes baterias.

Solução chinesa

O caminho para o futuro da condução autônoma da China é pavimentado com painéis solares, sensores de mapeamento e recarregadores de baterias elétricas. Segundo a agência Bloomberg, essas tecnologias serão incorporadas sob o concreto transparente usado para construir um trecho de mais de 1 km na cidade de Jinan. Cerca de 45.000 veículos poderão passar por esta seção todos os dias. Os painéis solares poderão gerar eletricidade suficiente para abastecer os carros elétricos, as luzes das estradas e 800 casas no entorno, de acordo com a construtora Qilu Transportation.

china_estrada

A empresa espera que a estrada seja tão inteligente quanto os veículos do futuro. O governo chinês diz que 10% de todos os carros devem estar totalmente autônomos até 2030, e a Qilu considera uma oportunidade de fornecer melhores atualizações de tráfego, mapeamento mais preciso e recarga de baterias de veículos elétricos.

A estrada tem três camadas verticais, com o invólucro de material transparente permitindo que a luz solar atinja as células solares por baixo. A camada superior também possui espaço interno para encadear fios de recarga e sensores que monitoram a temperatura, o fluxo de tráfego e a carga de peso. Os painéis solares se espalham por duas faixas, que não parecem diferentes para um motorista do que para a estrada normal.

 

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Um comentário em “Estradas que carregam baterias de veículos elétricos são testadas na Suécia e na China Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: