Anúncios
Ir para conteúdo

Flagra: Novo Chevrolet Spin em fase final de testes de rodagem

spin2.jpg

Por GLAUCO LUCENA

A Chevrolet vai dar uma bela renovada no visual do monovolume Spin no início do segundo semestre, e talvez prepare alguma novidade mecânica. Com isso, algumas unidades camufladas têm rodado intensamente pelo interior paulista. Duas delas foram flagradas neste fim de semana pelo leitor-colaborador de AutoBuzz Samuel Oliveira, mostrando que o site tem um público muito atento. Na semana retrasada o leitor Marcelo Félix havia flagrado em testes a nova geração do sedã Volkswagen Jetta.

spin5

As placas dos dois modelos flagrados são de Sorocaba, no interior de São Paulo. É a cidade onde a Toyota tem uma de suas fábricas, mas os modelos das fotos são muito diferentes do Toyota Yaris hatch, que será produzido por lá na metade deste ano – no ano que vem virá a versão sedã. Mas por que a GM usaria placas desta cidade? Numa tentativa de ludibriar, pois geralmente os carros de segredo da GM usam placas de São Caetano do Sul (sua sede) ou Indaiatuba (seu campo de provas), ambas em São Paulo. A GM tem em Sorocaba o seu Centro Logístico desde 1996.

Mesmo com os disfarces, a dianteira dá pinta de que vai ficar parecida com seu irmão de plataforma, o sedã Cobalt, principalmente na grade frontal mais estreita e alongada, chegando mais próxima dos faróis. Estes também parecem mais finos e terão nova distribuição das luzes. O para-choque também muda, com tomadas de ar menores e placa mais elevada.

spin3.jpg

A traseira deverá mudar ainda mais, com a placa migrando do para-choque para a tampa do porta-malas. Mudam também as lanternas, que deverão passar a ter LEDs, e parte do desenho do para-choque e da tampa. Nas laterais, apenas as rodas ganharão novo desenho. Espera-se também algumas novidades no quadro de instrumentos e em alguns revestimentos internos.

O motor deverá continuar o 1.8 Eco Flex de 111 cv, acoplado a câmbio de seis marchas, manual ou automático. A novidade mecânica pode ser, segundo o site Motor1, o motor que queima gasolina pura, além de gasolina brasileira e etanol, uma forma de economia para exportações aos países vizinhos, e também uma facilidade para quem viaja cruzando as fronteiras.

spin1

O Spin é um modelo importante na estratégia de hegemonia da GM no Brasil. Embora o segmento tenha despencado após a chegada dos SUVs, o Spin se dá bem por ser quase exclusivo, e um dos poucos modelos do país com sete lugares. No ano passado teve 24.713 unidades emplacadas, mais de 2 mil por mês. Boa parte em vendas diretas, pois o modelo faz sucesso entre taxistas e locadoras, por seu espaço, versatilidade e custo-benefício.

Neste ano, já vendeu mais de 5 mil unidades até agora. Só fica atrás do Honda Fit, um monovolume que se parece mais com um carro de passeio comum. O fim do Fiat Idea também ajudou a elevar as vendas do Spin, que também disputa espaço com furgões como o Fiat Dobló e, em breve, o Citroën Berlingo argentino.

spin4

A mudança do Spin deve ser o último investimento dessa antiga plataforma da GM. Isso porque, a partir do ano que vem, os modelos dela derivados usarão uma nova arquitetura feita em parceria com a chinesa SAIC. O campeão de vendas Onix vai puxar a fila, seguido pelo sedã Prisma. Depois virá um novo SUV compacto, um sucessor para o Cobalt e, enfim, o novo Spin.

 

 

Anúncios

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: