Ir para conteúdo

Guerra das picapes vai aquecer mercado nos próximos dois anos

Nissan, Renault, Mercedes, Volkswagen, FCA, Hyundai e SsangYong preparam novidades para o segmento.

Nos últimos anos, o mercado brasileiro recebeu uma enxurrada de lançamentos no segmento de SUVs compactos e médios. Ainda há novidades a caminho, mas as montadoras começam a perceber um potencial adormecido na categoria de picapes, também. E muitas já preparam suas armas para a próxima temporada, com um preview de gala no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.

Renault-Alaskan
Renault Alaskan, derivada da Nissan Frontier, chega da Argentina no fim do ano

Na verdade, a movimentação no segmento de picapes já começou no último mês com a chegada da versão Highline V6 da Volkswagen Amarok, com um turbodiesel 3.0 de 225 cv. Ela passa a ser o topo da gama, com preço de R$ 185 mil. Preço salgado, mas teve as 450 unidades de pré-venda arrematadas em um dia. E já ajudou a Amarok a superar pela primeira vez no ranking a Ford Ranger, no acumulado do primeiro bimestre.

Mercedes-Benz-Classe-X
Mercedes Classe X também virá da Argentina em 2019, como a mais luxuosa das picapes médias

Nessa categoria das médias, dificilmente alguém consegue ameaçar a supremacia da dupla Toyota Hilux e Chevrolet S10. A primeira vende em média 3 mil unidades por mês, a segunda 2,5 mil. Mas mesmo em menores volumes, esse é um dos segmentos mais lucrativos do mercado, já que as picapes recolhem apenas 8% de IPI, quase os mesmos 7% dos 1.0. Um SUV diesel recolhe 25% de IPI, só para se ter uma noção de comparação. Por isso tem tanta gente de olho nesse filé. E a Nissan será a próxima a colocar lenha na fogueira.

CLIQUE PARA CONFERIR O QUE CADA MARCA PREPARA EM PICAPES MÉDIAS E COMPACTAS NO BLOG AUTOBUZZ DA SEMANA, EM IG CARROS

 

 

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: