Ir para conteúdo

Lexus UX desafia BMW X1, Audi Q2 e Mercedes GLA

Em meio a tantos conceitos futuristas, a Lexus, divisão premium da japonesa Toyota, aproveitou os holofotes no Salão de Genebra para fazer seu mais importante lançamento dos últimos anos: o SUV compacto UX, que chega para desafiar os pequenos alemães BMW X1, Audi Q2 e Mercedes-Benz GLA, e também modelos como Land Rover Evoque e Volvo XC40. O modelo inaugura a nova plataforma compacta, batizada de GA-C (similar à do novo Prius e do futuro Corolla), e deve chegar ao mercado brasileiro no Salão do Automóvel, em outubro.

Lexus-UX-2019-1024-0b

Dois powertrains fazem sua estreia no Lexus UX. Um é o inédito sistema híbrido auto-carregável de quarta geração, com 178 cv, acoplado a tração dianteira ou integral, no modelo UX 250h. O outro, do UX 200, é um motor 2.0 a gasolina de 170 cv, de alta eficiência térmica, disponível com uma inovadora transmissão automática CVT com engrenagens que deixam mais espertas as reações das “trocas continuamente variáveis” 200 (em breve em modelos da Toyota, como o Corolla).

Lexus-UX-2019-1024-11

O Lexus UX tem o menor centro de gravidade da categoria, graças ao design da plataforma GA-C. Esta característica, central para o bom desempenho do automóvel e a qualidade do manuseio, também é suportada por medidas de redução de peso na construção da carroceria, incluindo o uso de alumínio leve para as portas laterais, pára-lamas e capô.

Lexus-UX-2019-1024-1c.jpg

O sistema de tração integral E-Four usa um motor elétrico adicional no eixo traseiro. A distribuição de energia entre os eixos dianteiro e traseiro é otimizada automaticamente ao acelerar, fazer curvas ou dirigir em superfícies escorregadias. Quando uma perda de tração da roda dianteira é detectada, a quantidade de energia que pode ser direcionada para a parte traseira do carro foi aumentada de 60% para 80%, a velocidades de até 70 km/h, contribuindo para a estabilidade e a dirigibilidade.

 

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: