Anúncios
Ir para conteúdo

Renault-Nissan quer papel mais ativo em relação à Mitsubishi no Brasil

Por GLAUCO LUCENA

A participação de vendas da Mitsubishi no Brasil vem caindo nos últimos anos, fase em que alguns importantes executivos de sua representante comercial HPE (antiga MMC) foram condenados na operação Zelotes da PF. Com a aquisição global da Mitsubishi pela aliança Renault-Nissan, em 2016, há conversas de bastidores sobre uma atuação mais direta da Aliança no país a partir da próxima década. A exemplo de Renault e Nissan, a Mitsubishi manteria rede própria e estratégia independente. A grande dúvida é como ficaria a fábrica da HPE em Catalão (GO), onde são produzidos vários modelos da Mitsubishi. A mesma fábrica monta modelos da Suzuki, outra marca japonesa representada pela HPE (algo que não é do agrado dos representantes da Renault-Nissan, pois é uma concorrente direta da Mitsubishi e pertence ao Grupo VW, que briga carro a carro com a Aliança pela liderança global de vendas).

Após a publicação desta nota, um porta-voz da HPE entrou em contato com AutoBuzz e esclareceu que o contrato de representação ainda demora alguns anos para vencer (não quis especificar em que ano). Ele também afirma que há delegações da matriz japonesa no Brasil focadas na expansão das atividades da marca no país, mas sempre em parceria com a  HPE (ex-MMC, do Grupo Souza Ramos) que representa a Mitsubishi no Brasil desde a reabertura das importações, em 1991.

AutoBuzz reafirma as intenções de maior poder de decisão da Aliança junto à Mitsubishi no Brasil, conforme fontes do grupo. Enquanto a estratégia local ainda está em fase de rearranjo, o que há de concreto para este ano é a chegada do Eclipse Cross (fotos). Aquele cupê que fez muito sucesso nos anos 90, mas depois andou sumido, voltará como um legítimo crossover. Ele será opção entre o ASX e o Outlander, com motor 1.5 turbo de 163 cv, câmbio CVT e tração integral. Chega no início do segundo semestre.

Mitsubishi-Eclipse_Cross-2018-1024-18

Anúncios

Glauco Lucena Ver tudo

Paulistano, nascido em 1967, é jornalista, com formação em Ciências Sociais e MBA em Gestão de Negócios. Desde 1990 atua no setor automotivo. Trabalhou por 24 anos em redações de jornais, revistas e sites, entre eles Autoesporte (Editora Globo), Jornal do Carro (Estadão) e Carsale (UOL).

Recentemente, dentro do Grupo FCA, foi um dos responsáveis pela comunicação da Jeep durante os 3 anos do processo de relançamento da marca no Brasil. Hoje, atua como colunista, consultor, gerador de conteúdo e influenciador digital na área automotiva.

Um comentário em “Renault-Nissan quer papel mais ativo em relação à Mitsubishi no Brasil Deixe um comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: